Quantum Break atualizado no PC: outra vida

Na última sexta-feira, como avisei aqui, a versão para PC de Quantum Break ganhou uma atualização gigante de 27 GB – para efeito de comparação, o jogo originalmente ocupava 36 GB.

Fui olhar como ele ficou hoje e tive uma ótima surpresa: rodando a 60 frames lisos como manteiga (configurações gerais no Medium com apenas as texturas em High), sem o menor sinal de stuttering, exceto no momento em que o jogo grava checkpoint. Estava tão liso que rejoguei alguns capítulos para conseguir pegar itens colecionáveis que faltavam e, mesmo subindo a dificuldade para Hard, até pareceu que terminei esses trechos mais rapidamente.

Os tempos de loading ainda estão altos, equivalentes aos da versão de Xbox, mas pelo menos o jogo está evidentemente mais bonito no PC. Se você tinha a configuração recomendada de PC para o jogo e só estava esperando arrumarem desempenho, esse problema foi resolvido. Ainda tem a questão do preço, mas aí é com vocês.

Notas rápidas do dia: Hitman, Street Fighter V, Nioh, Quantum Break

Acabei de jogar o 2º episódio de Hitman, chamado Sapienza. Mesmo recarregando checkpoint duas vezes, terminei a história em uma hora cravada. A versão DX 12 não está mais abrindo após duas atualizações (vai entender) e o desempenho da DX 11 estabilizou… para menos. Fica em torno de 40 frames, independentemente de configuração. A fase é mais intrincada e tem uma direção de arte detalhadíssima, então talvez seja por isso.

Ontem o Guile foi disponibilizado em Street Fighter V, e por um período de graça, assim como aconteceu com o Alex – até porque a loja ainda não foi aberta… Testarei o personagem amanhã.

Não estava sabendo que Nioh era basicamente o Team Ninja fazendo sua própria versão de Dark Souls. Tem como não amar uma espécie de Ninja Souls/Dark Gaiden? As adições à fórmula da From Software são interessantes, mas ainda vou jogar mais antes de opinar. A demo alfa no PS4 funcionará até o dia 05.

Quantum Break ganhou ontem uma atualização de incríveis 27 GB, prometendo resolver os problemas mais básicos e urgentes, como stuttering/desempenho e o bug que apaga progresso. Pena que a velocidade de download da Windows Store não melhorou muito. Assim que terminei darei uma olhada.

Os 10 jogos mais vendidos do WiiU e do 3DS

Os 10 jogos mais vendidos do WiiU e do 3DS

Além das notícias sobre o lançamento do Nintendo NX, do próximo Zelda e de franquias da empresa chegando aos celulares, o relatório financeiro da Nintendo recém-divulgado também incluiu alguns números de vendas de jogos nos dois consoles atuais dela. Esses totais incluem vendas digitais e cópias em pacotes de hardware.

Eis as listas:

Continuar lendo “Os 10 jogos mais vendidos do WiiU e do 3DS”

Notas rápidas do dia: Hitman, Dark Souls, Severed, Nioh, Fifa 16

Para quem ainda não viu, o segundo episódio de HitmanSapienza, saiu ontem. Já comprei e baixei, mas estou sem o menor tempo para jogar esta semana.

O diretor da série Dark Souls, Hidetaka Miyazaki, declarou que está trabalhando em uma nova IP e sim, “Dark Souls is over”.  Ele não descarta que a From Software possa retornar à série em, digamos, cinco anos, mas não há absolutamente nada programado agora e, pessoalmente, ele quer fazer outra coisa. E isso inclui fugir também de jogos no mesmo molde, como Bloodborne.

Com pouco barulho, provavelmente por ser exclusivo do Vita, saiu ontem Severed, o novo jogo do estúdio de Guacamelee!. Está indo bem nas resenhas, de acordo com o Metacritic.

A Tecmo Koei jogou na PSN essa semana uma “demo alpha” de Nioh, exclusivo do PS4. A demo só funciona até o dia 05 e quem completar um estágio ganhará itens exclusivos no jogo final.

Por fim, estou jogando Fifa 16, recém-liberado para os assinantes do EA Access, no pouquinho de tempo que sobra. E mesmo assim, em grande parte por motivos de trabalho.

 

Nintendo anuncia NX e Zelda para março de 2017, Fire Emblem e Animal Crossing em celulares este ano

A Nintendo resolveu tirar o dia de ontem para desovar alguns anúncios oficiais, como uma data aproximada para o lançamento do NX – março de 2017. Nada sobre o que será exatamente o console, por enquanto; isso deve ficar para a E3 mesmo. Se você está animado, como eu, com a possibilidade de um híbrido entre portátil e aparelho doméstico, vai ter que esperar o evento.

Além disso, foi confirmado aquilo que todo mundo já esperava sobre o novo Zelda – sim, ele sairá para tanto para o Wii U quanto para o NX, também em março do ano que vem – e que as franquias Animal CrossingFire Emblem vão ganhar aplicativos para celulares ainda em 2016.

Notem a palavra “aplicativo”: a Nintendo promete “o valor de um um jogo de estratégia em turnos” para Fire Emblem e “conexão com o mundo de Animal Crossing para sistemas de jogo dedicados”, mas ainda chama ambos de apps e compara com Miitomo, mesmo que seja para dizer que terão “mais elementos de jogo”. Se eu fosse vocês, seguraria as expectativas: ainda tem cara de puros companions, não jogos à parte.

Bem-vindo a 2008, Rock Band 4

Bem-vindo a 2008, Rock Band 4

Ontem, na PAX East, a Harmonix anunciou alguns dos recursos que serão implementados em Rock Band 4 ao longo de 2016, incluindo… multiplayer online, durante os feriados de fim de ano. Até que enfim!

A série sempre ofereceu a possibilidade de formar uma banda com outras pessoas online (sim, desde o primeiro jogo), mas por algum motivo não especificado, o recurso ficou de fora no retorno da franquia em pleno 2015, quando até Dragon Age já tem multiplayer. A julgar pela empolgação do anúncio, era um dos recursos mais pedidos pela base de fãs, também. Nenhuma das outras novidades abaixo ganhou videozinho engraçadinho, pelo menos.

Continuar lendo “Bem-vindo a 2008, Rock Band 4”