Re: Sobre o blog

O autor do blog

O autor deste blog começou no mundo dos games com um  Telejogo e depois um Atari, lá pela primeira metade dos anos 80. Depois, passou para um Master System no começo dos 90. Isso sem contar as idas aos fliperamas nesse meio tempo. A partir daí, jogos só no PC, e ainda assim ocasionalmente.

Até que em 2009, o autor deste blog ganhou um Playstation 2 usado e começou a jogar diversos clássicos que haviam passado batido.

Este jogo valeu sozinho o Wii

Finalmente, uma resenha de Silent Hill: Shattered Memories convenceu o autor deste blog a fazer hora extra no Natal e no Ano Novo para poder comprar um Wii no início de 2010. (E se fosse apenas por esse jogo, já teria valido a pena. Sério.)

E de repente, o autor deste blog percebeu que havia todo um universo inexplorado de games, já que só teve consoles da Atari e da Sega antes. Ele nunca havia jogado até o fim nenhum game das franquias Mario ou Zelda, por exemplo, e sequer tinha ouvido falar de Metroid.

Como não conheci a Samus antes???

O autor deste blog nunca tinha jogado em um console portátil, e até então a imagem que tinha de tais aparelhos vinha do antiquíssimo Game & Watch. O autor nunca imaginou a jogabilidade que um Nintendo DS proporcionaria graças a recursos como tela de toque, duas telas e microfone embutido. Por isso, o autor correu e comprou o brinquedinho.

Rorschach the Sackboy
Never compromise!

O autor desse blog não resistiu e foi atrás de um console HD – no caso, o Playstation 3, como explicado em dois posts neste próprio blog. Cerca de três meses depois, surgiu uma oportunidade de adquirir um Xbox 360 Arcade por metade do preço (novo, não usado!), e agora o autor tem os três consoles domésticos desta geração.

E para fechar o pacote da geração que se encerrava, o autor deste blog acabou trazendo um PSP de um free shop, pouco antes do lançamento do Vita – afinal, ainda dá para esperar mais jogos saírem para o sucessor do Playstation Portable.

Títulos para PS Vita
Com mais de 10 jogos de graça, fica fácil absorver o custo mais alto do aparelho…

No início de 2013, o autor deste blog aproveitou a enxurrada de jogos para PS Vita dados de graça pela mamãe Sony na PSN Plus e acabou comprando o portátil – e enchendo o cartão de memória em apenas dois dias. E ainda escreveu sobre a aquisição.

Não satisfeito,  o autor deste blog não aguentou esperar o lançamento de Shin Megami Tensei IV e já foi comprando o Nintendo 3DS XL a tempo de pegar o remake de Devil Summoner: Soul Hackers. E fez muito bem: afinal, Fire Emblem: Awakening também tinha acabado de sair.

Smash Bros Wii U 3DS
Pronto, me convenceram a pegar o Wii U…

Já que estava no embalo, o autor deste blog aproveitou um mês particularmente rentável (obrigado, Konami e PES 14!) para pegar o Wii U, logo após a histórica E3 de 2013 e às vésperas da temporada de lançamentos significativos para o console (finalmente!). E para gastar menos nos jogos multiplataforma, foi hora de trocar o PC para conseguir jogar os últimos lançamentos com boa qualidade.

Entra 2014 e o autor deste blog se arrisca com um PS4 (obrigado, EA e Need For Speed: Rivals/Titanfall!) – e começa a festa das transmissões e vídeos, registradas no canal do Twitch e do YouTube. O autor até se animou de instalar paradas no PC para transmitir/gravar do computador também. E já que só faltava um para gritar BINGO!, logo chegou o Xbox One (obrigado, Warner e [CONFIDENCIAL]!), mais uma fonte de imagens em movimento para os canais acima.

Ou seja, o autor deste blog mergulhou de cabeça de novo nos video games e encontrou um mundo inexplorado – e se sente, em geral, muito bem. E, portanto, o autor resolveu compartilhar a sensação.

Divirtam-se!

PS.: Já vi um comentário ocasional no gênero “caramba, esse cara deve ser um riquinho!” Não, de forma alguma. Não tenho carro, filho, nem apartamento, mesmo chegando as 40 anos de idade. Meu pai é bancário do interior, só me sustentou até os 19 anos (incluindo apenas os 2 primeiros anos de faculdade), e só conseguiu comprar o apartamento dele ao se aposentar. Se você fizer bem as contas, perceberá que o custo economizado de um simples carro usado (manutenção, IPVA, gasolina etc.) já permite a qualquer um comprar todos os consoles acima em menos de três anos – e eu levei quase o dobro desse tempo para reunir todos. Quer me esculachar, faça-o pelo motivo correto: eu tenho mais desejo de criança grande do que juízo. Mas rico? Nem de longe: só uma pessoa focada e dedicada, com jornadas de trabalho de 12 horas diárias pelo menos, parte delas na área de games. Tá com inveja, corre atrás, nego.

7 comentários sobre “Re: Sobre o blog

  1. Sua trajetória foi similar a minha. Eu meio que pulei uma geração. Depois da era 16 bits, eu não consegui me acostumar com os primeiros jogos em 3d. Meio que virei um jogador casual, só arriscando um ou outro título. Mas com o PS2, todo meu lado hardcore voltou e agora eu tenho um PS3 e um X360 e não vivo sem eles.

    Esteja convidado a ouvir (e linkar se gostar) o nosso podcast, o Godmode: http://godmodepodcast.blogspot.com/

    Abraços!

    Curtir

Sem comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s