Builds de endgame de Iceborne: Rei do Nocaute

Vou arriscar fazer aqui algo novo no meu vício com Monster Hunter: publicar alguns builds que estou usando em Iceborne. Vocês provavelmente poderão encontrar versões ainda mais otimizadas por aí na Internet se souberem bem inglês e acompanharem canais no YouTube de speedrunners e especialistas, mas como nem todo mundo parece conhecer o idioma muito bem e o conteúdo de Monster Hunter é dos que mais recebem acessos aqui no blog (mesmo estando meio desatualizado pós-Iceborne), acho que alguns de vocês vão se interessar. Como já faz quase um mês que o jogo saiu, imagino que a essa altura builds de endgame sejam mais úteis, ainda mais se puderem ser montados logo no começo dele, o ponto em que estou no momento (nem enfrentei o Zinogre ainda, o primeiro monstro novo do endgame).

O primeiro build mais “fechadinho” que montei e está sendo bastante útil para “farmar” dragões anciões ranque mestre em multijogador é o que chamei de Rei do Nocaute/King of KO, e acho que é bom para começar, especialmente para quem quiser experimentar algo novo com o Fuzilarco Leve em grupo. Sim, apesar do nome, não é um build de Martelo: a arma é ótima para nocaute, mas pelo menos em World, não era a mais eficiente nisso, por increça que parível. O jeito mais fácil de nocautear era disparar Munição Pegajosa (sticky ammo) na cabeça, embora isso possa ter mudado com as reformulações de Iceborne – ainda não testei os novos Martelos, mas consta que os valores de nocaute deles foram “bufados”.

Por que montei isso daí

Minha motivação para montar tal build foi simples: eu queria “farmar” o Teostra, que é bem suscetível a nocaute, e Shara Ishvalda, que tem um material especial com muito mais chances de vir se você quebrar a cabeça do bicho. Builds de Munição Pegajosa são ótimos para ambas as coisas porque você não precisa se preocupar com crítico, reforço de ataque ou afiação; essa munição tem dano fixo que só escala com Artilharia em termos de habilidades. Para elevar ainda mais o dano, você também pode comer refeições personalizadas na Cantina que deem Bombardeio Felyno ou aumentar (augment) o ataque-base da arma, mas as Habilidades usuais de aumento de dano (Reforço de Ataque, Olho Crítico, Reforço Crítico etc.) não afetam Munição Pegajosa. Isso dá espaço no build para colocar outras Habilidades de suporte, como Atordoante (Slugger) e Quebra-Parte (Partbreaker).

Uma novidade de Iceborne também ajudou: agora há dois Fuzilarcos Leves com Disparo Rápido em Munição Pegajosa, o do Deviljho e o do Brachydios. O primeiro tem um dano-base maior (364), mas é bem mais chatinho de “farmar” (enfrenta o Deviljho Selvagem para você ver) e não tem engastes para adornos, então fui no do Brachydios mesmo, com 325 de dano-base e um espacinho para adorno nível 1. Essa arma já está funcionando muito bem, mas se quiser ainda mais dano usando a do Pepinão, o build abaixo vai ter que abrir mão de 1 ponto em alguma Habilidade, a não ser que adicione um engaste ao fuzilarco via aumento. O importante é usar o Disparo Rápido com as habilidades Mais Munição 2 (Free Element/Ammo Up) e Fio Navalha/Tiro Extra (Razor Sharp/Spare Shot) para atirar 3 ou mais Pegajosas por vez antes de recarregar: cada disparo “cola” 2 balas explosivas no bicho, aumentando bastante a eficiência e o potencial de nocaute.

Requisitos do build

Para “farmar” o necessário desse build, você vai precisar fazer o seguinte, lembrando de cabeça (pode ser que haja mais algum fator que esqueci):

  • Matar/capturar o Brachydios umas duas ou três vezes para montar o fuzilarco dele;
  • Progredir nas missões opcionais do Zelador do seu quarto, que dão quadros decorativos e amuletos – a segunda ou terceira dá o amuleto de Fio Navalha/Tiro Extra;
  • Chegar às Terras-Guias (o endgame) e subir o nível da região do Ermo a 2 para obter os minérios e ossos necessários de três peças da armadura ranque mestre do Zorah Magdaros, versão alfa (cabeça, cinturão e pernas);
  • Montar algum peitoral ranque mestre com pelo menos dois engastes de nível 2 ou maior (na primeira versão do build, usei o de Namielle);
  • Depois disso, para otimizar ainda mais e chegar à versão da imagem abaixo, “farmar” o Teostra ranque mestre para montar o peitoral alfa dele;
  • Usar o Safari Atacaudas para conseguir pelo menos dois Fragmentos Ancestrais e poder montar os avambraços Artian beta;
  • Ter pelo menos um adorno nível 4 com um ponto em duas das habilidades usadas (eu tenho uma Vitalidade/Destruidora 4). Caso contrário, vai precisar abrir mão de um ponto em alguma habilidade.

Seu objetivo em termos de habilidades é conseguir as seguintes:

  • Artilharia 5 (possível com as 3 peças do Zorah + 2 adornos de Artilharia)
  • Atordoante 3 (via adornos)
  • Mais Munição/Elemento (dos avambraços Artian)
  • Fio Navalha/Tiro Extra (via amuleto)
  • Quebra-Parte 3 (via adornos – além de obter mais materiais, quebrar uma parte faz o bicho cambalear, o que sempre ajuda)
  • Reforço de Vida 3 (de novo via adornos, mais para conforto do que qualquer outra coisa)
  • Reforço Munição Especial 2 (via peitoral do Teostra, para causar mais dano com as minas de Serpe Explosiva quando o bicho cair)

Na verdade, apenas as quatro primeiras habilidades são essenciais. Sem elas, você não vai conseguir causar nocautes em bichos ranque mestre consistentemente, ainda mais em multijogador, quando os limites de status aumentam. Se tiver que sacrificar pontos em alguma habilidade, pode ser em Quebra-Parte ou Vitalidade sem problemas. Outra coisa a ter em mente é que o Fuzilarco do Brachydios não tem boas opções para causar mais dano com outras munições, então a última habilidade é bem útil ao encarar bichos sozinho. Não espere matá-los muito rápido, porém; esse build funciona melhor com mais 2 ou 3 jogadores e você concentrado em nocautear o monstro para os outros descerem a lenha quando ele cair. Certa vez, em uma missão com aleatórios usando Espadões e Martelo, foi quase uma piada: o Teostra mal durou 10 minutos, mesmo sendo ranque mestre, e caía feito pedra toda hora.

Jogando com o build

A forma de jogar é simples. Crie uma configuração de itens com Munição Pegajosa 1 e 2 (3 também se quiser, mas não é necessário) e os materiais para criar mais dessas munições em campo. Você pode acrescentar o crafting delas ao menu radial, algo que recomendo bastante para não precisar abrir o menu geral durante a luta. Vá para a missão e atire apenas a Pegajosa 2 na cabeça do bicho sem parar (não gaste a 1, guarde-a como material para criar mais da 2). Quando o bicho cair, corra para ele, coloque minas de Serpe Explosiva no chão e use o ataque corpo-a-corpo para detoná-las. Com o Fuzilarco do Brachydios, você também pode levar munição Paralisante 1, mas se o fizer, guarde-a para o fim da luta quando o bicho estiver mais agitado, porque você não deve conseguir paralisá-lo mais de uma vez com ela (é só de nível 1, afinal). Não perca tempo levando materiais para criar mais Paralisante 1, concentre-se em nocautear.

As coisas para se ter cuidado na prática são o reload e a distância. Tanto a recarga quanto o recuo da Pegajosa 2 são bem altos no Fuzilarco do Brachydios, então você vai precisar priorizar um dos dois ao escolher os mods da arma. Recuo afeta a velocidade de disparos consecutivos e, por consequência, o DPS e a frequência dos nocautes; assim, resolvi priorizá-lo, com apenas um mod de Recarga. Isso quer dizer que não consigo recarregar andando, então é preciso tomar cuidado com o momento de recarregar para não tomar uma porrada à toa. No caso da distância, a munição Pegajosa não “cola” se você ficar muito longe, então sempre preste atenção no cursor de mira para garantir que está dentro do alcance. Por fim, não deixe de colocar o mod Cano Potente (Power Barrel): ele aumenta ainda mais o potencial de nocaute.

Além disso, só para garantir, não esqueça que alguns bichos são resistentes a certos status, incluindo nocaute. Em geral, nunca vale a pena usar um status específico contra um bicho que não tenha pelo menos duas estrelas de fraqueza contra ele (confira no Bestiário no menu principal). O legal é que praticamente todos os bichos novos de Iceborne têm esse nível de fraqueza (embora quase nenhum tenha três estrelas), tornando nocaute um status bem útil na expansão. Ainda assim, bichos antigos podem ser mais resistentes, então saiba quando levar esse build.

O build em detalhes

Ufa. Com tudo bem explicadinho agora, essas são as imagens do build – clique nos thumbnails para ver versões maiores legíveis.

Estou usando os mantos de Vitalidade e Temporal para conforto e proteção, ainda mais porque estava “farmando” dragões anciões, mas você pode substituir um deles pelo Manto de Impacto para ainda mais potencial de nocaute. Se tiver aprimorado ele e/ou o de Vitalidade, ainda pode incluir mais algumas habilidades de suporte via adornos, como fiz acrescentando Defesa ao de Vitalidade; lembre-se que elas só contarão quando o manto estiver ativado. Mas na verdade, nada disso realmente importa. As habilidades básicas do build já garantem de 5 a 9 nocautes por missão, mesmo sem refeições com Bombardeio Felyno, dependendo de quanto a missão durar e da eficiência das armas dos outros jogadores (tanto em termos de dano quanto de potencial de nocaute – Espadões, Martelos e Berrantes causam muito de ambos, além do Arco se o jogador se focar em golpes específicos).

Lembre-se, esse build é melhor como suporte para outros jogadores, mas se você estiver enfrentando bichos abaixo de dragões anciões, dá para ser razoavelmente eficiente mesmo solo. Como referência, eu consegui derrotar uma Rathian nas Terras-Guias em cerca de 10 minutos, um bom tempo para um build não tão focado em dano puro quanto outros. Contra Shara Ishvalda, é melhor ainda na segunda fase: as quedas do bicho fazem os outros jogadores, mesmo sem coordenação via headset, acabarem se concentrando na cabeça, aumentando suas chances de quebrá-la (é preciso quebrá-la uma vez em cada fase para obter um material específico). De qualquer forma, sozinho ou em grupo, o build é bem divertido e relativamente seguro, já que você mantêm distância e derruba o bicho toda hora.

Se vocês curtiram esse artigo detalhado de build, deixem comentários! Vai ser bom saber se também está funcionando para vocês e se vale a pena continuar compartilhando o que ando criando no jogo. Eu adoro montar builds, é um dos motivos pelos quais Monster Hunter me prende tanto. Se vocês curtirem, comentarem e acessarem bastante, mais artigos desses virão em breve. Até a próxima, e happy hunting!

Sem comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s