Canção da jogabilidade profunda

Como comentei no Roomcast mais recente (edição Let’s Play, número 69), as resenhas que deram notas 6-7 para Song of the Deep provavelmente foram escritas por pessoas que não terminaram o jogo (ou pior, estão na bronca por ser o primeiro título publicado pela cadeia de lojas americana GameStop…). Algumas inclusive tentam vender a ideia de que os quebra-cabeças do jogo são “simplistas” ou que o jogo em si não é “elaborado” nem “dura muito”.

Duas demonstrações de como isso não é questão de opinião, e sim uma bela mentira da grossa:

Song of the Deep_20160810182652

Tirei essa captura de tela assim que encontrei a última ferramenta do submarino; isto é, agora só falta comprar alguns upgrades em ferramentas já “instaladas”. Notem os detalhes: 9 horas de jogo, pouco mais da metade dos itens encontrados, mesma coisa com os tesouros. Vale lembrar que o “relógio interno” não conta o tempo perdido com novas tentativas; embora não tenha morrido muito, foram vezes suficientes para adicionar mais ou menos uma hora ao total.

Isto é, para fazer 100%, ainda tem chão pela frente, e mesmo se resolver terminar correndo, Song of the Deep terá durado pelo menos 11-12 horas. Reparem também na extensão do mapa e como ainda há áreas a serem descobertas – e depois ainda precisarei descobrir como “liberar” os tesouros nelas.

Outro bom exemplo é o tipo de coisa que começa a acontecer e aparecer no cenário à medida que você avança. Para não dar spoilers, tirei um vídeo rápido de um momento imediatamente antes de obter a última ferramenta. Assistam e me digam se isso é coisa de jogo “pouco elaborado” ou “simplista”, tanto em termos de animações quanto de setup de quebra-cabeças (não, eu não mostro a solução):

Song of the Deep não é difícil; esse quebra-cabeças não tomou muito tempo para resolver. Agora, até aí, os de Inside também não são, e a crítica não os criticou. A questão é que os do jogo da Insomniac são bem mais elaborados, e dizer o contrário é coisa de quem parou nas 2-3 primeiras horas do jogo, com certeza.

Um comentário sobre “Canção da jogabilidade profunda

Sem comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s