Uncharted 4: o fim de uma era? (+ galeria de capturas de tela)

Terminei Uncharted 4: A Thief’s End, e a quantidade de coisas que me passou pela cabeça durante e após o fato é gigantesca. Em alguns momentos, o jogo beirou a frustração, ameaçando se arrastar um pouco: é o mais longo de todos, me tomando mais de 17 horas. Ainda assim, é disparado o Uncharted que menos se escora em combates longos e sequências de ação bombásticas, embora ambos ainda estejam lá; ele dá mais chances de “respiro”, exploração e construção de atmosfera.

Em outros momentos, o jogo tirou a fôlego com suas vistas e situações de ação inusitadas. No lado narrativo, continuou entregando cenas emocionantes como no início, a ponto de me fazer gravar vídeos no PS4 apenas pela atuação excepcional de Emily Rose como Elena – todos estão excelentes, mas tragam dois Oscars para essa garota! (E um para os animadores dela, porque as expressões faciais…)

Uncharted4SANDBAGS

Uma das coisas mais interessantes até o final é notar o esforço hercúleo da Naughty Dog para fazer Uncharted 4 parecer “fresco” sem abandonar absolutamente nada de suas raízes. Em termos de jogabilidade, isso se traduz em uma série de coisas menores, como as mudanças nas arenas de combate (com stealth) e o uso de gancho, veículos, coberturas destrutíveis, escolhas de diálogo ocasionais e afins; somadas, essas pequenas mudanças alcançaram o objetivo. Esse não é jogo que vira a série de cabeça para baixo, mas com certeza surpreende mais do que o terceiro, sob qualquer ângulo que se olhe.

O pior que posso dizer dele é que poderia muito bem se chamar Uncharted 4: Why I Loved Assassin’s Creed IV Black Flag. Não que os jogos sejam exatamente parecidos, mas a influência e a inspiração do jogo da Ubisoft está em toda parte: nos temas principais (obsessões de vida, ganância, utopias, aventureiros serão sempre aventureiros etc.), no foco em piratas, nos cenários da segunda metade e nas mecânicas de stealth, como já mencionei antes. Ah, e mais perto do final, ele “rouba” outra mecânica de Tomb Raider além do gancho – embora em uma versão mais simples e apropriada para o tipo de escalada da série.

Uncharted4DrakesSurprise

Posso dizer também que, com todo o segredo e cuidado de quem jogou sobre spoilers do final, estava esperando algo mais… definitivo. Se há algum sinal no próprio jogo de que a era Uncharted pode chegar ao fim, ele está na quantidade de momentos “retrospectivos” que A Thief’s End joga na cara do fã. O jogo parece uma celebração do que tornou Uncharted uma série querida, e não apenas em easter eggs, mas também na narrativa, que em parte questiona a “vocação” de Nathan Drake. Mas consigo imaginar pelo menos duas formas de justificar mais um Uncharted (ou vários, até), além de dois caminhos possíveis para o DLC de história prometido para o futuro – o primeiro que a série receberá.

Ainda há muito o que matutar sobre A Thief’s End, o que é surpreendente em si mesmo e demonstra a maturidade do jogo. Mas enquanto isso, curtam uma galeria de imagens daquele que pode ser sim o jogo mais bonito já feito; eu não era um proponente dessa ideia, até perceber que a Naughty Dog guardou suas “armas” para a segunda metade. Aviso: as imagens abaixo podem conter spoilers menores, se você for do tipo que quer descobrir sozinho até quais cenários um jogo utiliza. Nada maior da narrativa é revelado, porém, com exceção talvez das duas últimas imagens (abra por sua própria conta e risco).

PS: Agora é hora de mergulhar no multiplayer, que parece interessantíssimo. Dá um pouco de nervoso notar que, ao contrário da campanha, ele está em 60 frames sem perder quase nada da qualidade visual, embora ainda se possa dar um desconto pelos mapas serem mais contidos que a maioria das fases.

Easter egg: Quem aí notou a identidade do 12º pirata? Palmas, Naughty Dog, palmas. Eu ri. (Clique no link por sua própria conta e risco)

Anúncios

2 comentários em “Uncharted 4: o fim de uma era? (+ galeria de capturas de tela)

Adicione o seu

Sem comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: