Black Ops 2 ainda dá surra nos Battlefields

Fidel_Castro's_Double_and_Castro's_MistressNa esteira da base de jogadores de Destiny e das minhas impressões sobre a desonestidade intelectual da DICE/Visceral em Battlefield: Hardline, a Activision divulgou o número de jogadores que ainda estão ativos no multiplayer de Call of Duty: Black Ops 2: nada mais, nada menos do que 12 milhões nos últimos três meses – o dobro de Battlefield 4Battlefield: Hardline (somados!) no mesmo período.

Lembrando que Black Ops 2 saiu em 2012 – ou seja, um ano antes de Battlefield 4 e dois antes de Hardline. Esse nível de jogadores ativos não tem precedentes em um jogo com três anos de “idade”.

Pois é. A sub-série Black Ops também tem seus tons de teoria conspiratória anticapitalista, mas pelo menos o faz de forma direta e aberta, sem sair do contexto de “Guerra Fria estendida” que a narrativa propõe. Por exemplo, Fidel Castro ainda é um antagonista na campanha – afinal, independentemente de ideologias e convicções, trata-se de um ditador sanguinário e ponto final.

Pode até ser que a grande maioria desses 12 milhões de jogadores não esteja nem aí para esses detalhes e só queira um multiplayer muito legal (no que estão muito certos), mas aposto que forçar a barra como Battlefield: Hardline fez afastou muita gente que ainda poderia estar jogando. Toma essa, DICE e Visceral Games.

Sem comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s