Rumor: Lista de jogos de PS4 a serem mostrados na E3

PS4 na E3 2013
O que esperar do PS4 na E3 deste ano?

Esses dias, andou circulando na Internet uma suposta lista de jogos para o Playstation 4 que a Sony revelará, confirmará e/ou mostrará na próxima E3, no início de junho. Sempre é complicado apostar na veracidade desses “vazamentos”, mas ultimamente, a proporção de acertos tem sido muito maior que a de erros – e uma parcela razoável dos jogos mencionados nesse caso fazem um baita sentido. Alguns, inclusive, já foram anunciados, e com certeza ganharão trailers para o evento de qualquer forma.

Por outro lado, eu sei pessoalmente da existência de pelo menos mais dois jogos (lembrem-se: eu sou tradutor de games também) que devem sair em 2014 e não estão nesta lista. Portanto, é bom ainda ter um pouco de cautela. Isso dito, hora de reproduzir aqui a lista, com direito a comentários pessoais e expectativas, caso a lista seja verdadeira.

1ª Parte: Os já anunciados/vazados/esperados

Se você anda acompanhando as notícias, já deve saber desses:

> Uncharted 4

Sir Francis Drake em Uncharted 4?
Sir Francis Drake em Uncharted 4?

Ainda sem subtítulo (algo que todos os outros tiveram), o quinto jogo da franquia Uncharted (contando o de Vita) certamente será mostrado no evento, mesmo que essa lista tenha sido inventada. O que as fontes supostamente revelaram é que o jogo se passará em diferentes períodos de tempo, com Sir Francis Drake também assumindo o papel de protagonista do jogo, o que seria um bom “truque” para revitalizar um pouco a série… Mas por outro lado, o cenário principal será tropical, o que incomoda um pouco mesmo considerando o salto gráfico que o PS4 deve possibilitar. A saída de diversos nomes importantes da Naughty Dog nos últimos dois anos “casa” muito bem com a falta de originalidade na escolha de local – Drake’s FortuneGolden Abyss já exploraram florestas do início ao fim, enquanto os outros jogos o fizeram em fases isoladas. A previsão de lançamento seria o verão americano de 2015.

> God of War 4

Ninguém aqui imaginou que a Sony iria simplesmente deixar God of War na geladeira por vários anos apenas pela recepção relativamente morna (“morna” = 80 no Metacritic, para uma série que costumava ganhar bem mais) para Ascension, né? Se bem que talvez ainda demore para sair: parece que veremos apenas cenas em computação gráfica, sem gameplay, preparadas de última hora para contrabalançar um também previsível anúncio de um novo Gears of War na conferência da Microsoft. Embora mais de uma pessoa já tenha sugerido que talvez fosse melhor trocar de protagonista, duvido muito que isso aconteça – e o fato de que o vazamento nem faz menção a isso sugere que não veremos grandes surpresas. Que tenha a qualidade visual que se espera de um hardware mais poderoso, então, e refine ainda mais o surpreendentemente divertido multiplayer de Ascension.

> Trailer de algo (novo?) da Quantic Dream

Dark Sorcerer virará jogo? Com essas partículas todas?
Dark Sorcerer virará jogo, com partículas e tudo?

Como na E3 já vimos Dark Sorcerer, que pode ter sido apenas uma prova de conceito ou o embrião de um novo jogo do estúdio de Heavy RainBeyond: Two Souls, não é surpresa alguma que tenham algo a mostrar nessa E3. O curioso é que os boatos só dão conta de coisas extrajogo: primeiro, a Sony estaria “guardando” o trailer da Quantic para o caso da Microsoft mostrar mais jogos que o esperado e usá-lo para “engordar” ainda mais sua conferência. De cara, isso me sugere que, seja lá o que a Quantic estiver fazendo, é a longo prazo – final de 2015 em diante, pelo menos. Nada espantoso, considerando a mania do estúdio de fazer jogos com trocentas páginas de roteiro e horas de captura de movimento. A outra curiosidade é um possível anúncio da compra do estúdio por parte da Sony.

> The Order: 1886

Falando em compra de estúdio, as fontes supostamente confirmaram que o mesmo acontecerá com a Ready At Dawn, responsável pelos surpreendentes God of War portáteis e em plena produção do anunciado The Order: 1886. A única novidade seria que o título está reservado para o final do ano, um período em que só as maiores apostas são lançadas. A ideia é que inicie uma nova franquia – o jeito é esperar para ver. Até então, quase nada da jogabilidade foi mostrada, algo que deve ser resolvido na E3.

> Driveclub

Tela de Driveclub (PS4)
Jogo de corrida, sempre bom para exibir hardware

O jogo andou sendo mais falado esses dias por uma decisão inicial bizarra: ele terá uma versão gratuita para quem assinar a Playstation Plus e um upgrade, ao custo de US$ 50… E por algum motivo você perderia acesso ao jogo após o upgrade se deixasse de assinar a Plus. Obviamente ninguém gostou disso – afinal, o usuário paga pelo tal upgrade, mas a Sony já voltou atrás. Eu juro, parece que os caras esquecem da porrada que a Microsoft tomou por ter pensado algo semelhante para o Xbox One… Mas enfim. O jogo será mostrado, claro, e não “vazou” mais nada além de uma suposta melhoria gráfica “de cair o queixo”, e que estará disponível após a conferência. Vamos ver. A versão mostrada na BGS de 2013 era bonita, mas não superava, digamos, um Need for Speed Rivals.

> The Last Guardian

Juro que por um momento pensei em considerar esse uma “surpresa”, já que tanta gente desistiu de sonhar com o lançamento dele… Mas eu sempre vi da seguinte maneira: não seria a primeira vez que um título do Team Ico passa por essa longa tortura (Ico começou como jogo de PS1), e bem ou mal Fumito Ueda chegou a ser contratado como consultor mesmo após deixar a Sony, o que seria uma decisão meio bizarra se o jogo estivesse sendo largado de mão. A data prevista seria no finalzinho de 2014 – o que se for verdade, vai deixar muita gente chorando de emoção.

 ŠÖÑŸ

2ª Parte: Relançamentos, reboots e DLCs

Já são parte corriqueira do mundo dos jogos, mas sempre é bom se manter informado sobre o relançamento daquele clássico que você ainda não jogou ou mais conteúdo sobre aquele outro título que você jogou, mas quer é mais.

> Gran Turismo 6

Sim, 6, não 7 – isto é, o mesmo jogo lançado ano passado, porém em uma edição especial com resolução 1080p, 60 frames por segundo e os extras previsíveis: novas pistas, DLCs, recursos extras etc. Quem jogou sabe que o original já estava com um pé na nova geração, competindo visualmente até com Forza 5 (um jogo de Xbox One!) em alguns aspectos, como a paisagem. É de se imaginar que ganhe um salto em texturas, também. Previsto para o meio de 2015, supostamente.

> “Kill Strain”, reboot de Syphon Filter

Syphon Filter "rebootado" no PS4?
Não é a capa oficial, claro…

Também uma surpresa, considerando que a série ficou no limbo durante toda a era PS3. Mas faz sentido: stealth e espionagem em um cenário futurista casa muito bem com a necessidade de mostrar o poderio de um hardware de nova geração – Kojima que o diga. Ainda que Syphon Filter nunca tenha sido uma das franquias top de linha da Sony, o momento com certeza é propício. Está sendo desenvolvido pela Sony Bend, a mesma que fez os jogos anteriores da série, além do Uncharted de Vita e o Resistance de PSP, todos jogos bem recebidos. E já sabíamos que o estúdio estava desenvolvendo algo para o PS4, o que dá mais credibilidade ao rumor.

inFAMOUS: Second Son DLC

Já esse anúncio não tem nada de surpreendente, mas os boatos sugerem novos poderes e um possível novo cenário. Vamos aguardar.

ŠÖÑŸ

3ª Parte: As surpresas

Sem surpresas, não há conferência de primeira linha – e é óbvio que o vazamento tem algumas:

> “Project Beast” (Demon’s Souls 2?)

Project Beast da From Software: sucessor de Demon's Souls no PS4?
Sucessor de Demon’s Souls no PS4?

Essa fica um pouco entre o já conhecido e a surpresa dependendo do leitor, já que se trata de um vazamento que rolou no início da semana. Capturas de tela rodaram fóruns, dando conta que a From Software estaria fazendo algo exclusivo para o PS4 – e logo assumido como uma sequência de Demon’s Souls, já que a marca ainda é da Sony (por isso Dark Souls teve esse nome). Os rumores ficam ainda mais verossímeis quando se considera que o criador da “franquia Souls” não participou de Dark Souls II, assim como alguns membros de maior escalão do estúdio. Mais: diversos efeitos de iluminação que chegaram a ser apresentados em vídeos de Dark Souls II acabaram não vendo a luz do dia (#badumtiss) na versão final, o que sugere que a From Software pode ter deixado para aproveitá-los melhor em um hardware mais potente. Mais-mais: se você clicou no link e viu as capturas, deve ter notado que elas têm muita cara de fazerem parte de um trailer de anúncio…

> Novo título da Media Molecule (“Entwined”?) com realidade virtual

Supostamente para o final de 2015, seria um jogo de construção de mundo em 3D, com a ênfase na criatividade dos títulos anteriores do estúdio… Só que para o Project Morpheus, o capacete de realidade virtual para PS4 que a Sony revelou há algumas semanas. Não consigo parar de pensar em um Minecraft, só que com a estética LittleBigPlanet, visual de ponta, humor britânico e… porra, em realidade virtual. E em um acessório que todos os previews disseram funcionar muito bem. Se a Sony conseguir fazer o Project Morpheus ter um preço final razoável, talvez tenhamos um novo sucesso instantâneo a la Kinect – só que com um jogo com muito mais chance de ter qualidade do que qualquer coisa lançada para o acessório da Microsoft até hoje, considerando tudo o que a Media Molecule já fez.

> Novo título da Ninja Theory (Heavenly Sword 2?)

Heavenly Sword 2 no PS4?
Estamos te esperando em 1080p e 60 fps no PS4, Nariko, SUA LINDA :-*

Quase uma não-surpresa se considerarmos que o estúdio chegou a começar o desenvolvimento de uma sequência para Heavenly Sword ainda no PS3, apenas para vê-la ser cancelada, e que o jogo original ganhará um filme animado ainda este ano. Ainda assim, a Ninja Theory é conhecida por fazer jogos com direção de arte de primeira linha – EnslavedDmC em especial – mas que não vendem muito, então que a Sony queira apostar neles de novo é sempre uma boa notícia. Pessoalmente, preferia que fosse um novo título, mas com DmC a Ninja Theory já provou que não se acomoda mesmo quando tem que trabalhar em um universo conhecido – portanto, não se espantem se Heavenly Sword 2 vier e acabar parecendo outro jogo.

O que realmente me preocupa é se vão reconhecer o péssimo roteiro de DmC , escrito internamente, e repetir a fórmula de seus jogos anteriores, contratando um autor profissional de verdade – como Rhianna Pratchett, que fez o primeiro Heavenly Sword, além de Mirror’s Edge e o reboot de Tomb Raider. Além disso, DmC foi o primeiro título do estúdio com uma jogabilidade realmente acima da média, graças à supervisão da própria Capcom; se os designers da Ninja Theory aprenderam o suficiente para aplicar em seus próximos títulos, só saberemos com o tempo.

> Título AAA da Sony London Studio

Aqui, a maior surpresa é o estúdio. “Sony London quem?”, vocês provavelmente pensaram… Pois é, eu também, e tive que olhar na Wikipedia: nos últimos anos, foram responsáveis por coisas como EyeToy, EyePet, a série SingStar, a Playstation HomeWonderbook e The Playroom – ou seja, jogos e aplicativos-jogos para entretenimento infanto-juvenil e familiar. Mesmo antes disso, seu histórico de “jogos AAA” nas eras Playstation e Playstation 2 se resumia principalmente a jogos de basquete e futebol. Ainda assim, as fontes dizem que se trata de um “título em 3ª pessoa” e “belíssimo”, e que o London Studio “está de volta com tudo”. Me perdoem por ser cético – afinal, as fontes são da própria Sony.

> Jogo novo da Guerrilla Games… E é um RPG (e não de Killzone)

Tela de Killzone: Shadow Fall (PS4)
Talento em direção de arte, visual e jogabilidade não falta. Resta saber roteiro

Junto com o anúncio da Media Molecule, considero esse o anúncio mais surpreendente de toda a conferência, se for verdadeiro. Segundo as fontes, terá “visual insano como de costume”, tem um “cenário provocativo”, e se espera uma “boa reação” ao jogo. Além disso, “irá agradar os (jogadores) hardcore“. Para mim, essa é a parte crucial dos boatos: alguém poderia argumentar que há tempos RPGs não estão entre os gêneros mais populares em termos de vendas, mas além disso, eu duvido muito que a Guerrilla tenha cacife para arriscar algo complexo ou muito centrado em história, a la Mass EffectThe Witcher ou mesmo um Elder Scrolls.

Já faz um tempo que me pergunto por que os estúdios ocidentais não tomam algumas lições de Demon’s Souls/Dark Souls e tentam criar algo na mesma linha, mas com visuais melhores e um meio-termo na jogabilidade que agrade à massa ocidental. A Capcom fez uma bela tentativa com Dragon’s Dogma, e um estúdio menor europeu está se arriscando com Lords of the Fallen, mas nenhum dos dois tem o nível de produção necessário para ir além dos mesmos números de vendas da série da From Software (entre 1 e 2 milhões de cópias por jogo). E pensando bem, se você tivesse que definir Dark Souls em três palavras, poderiam muito bem ser “action”, “RPG” e “hardcore”. Será que é por esse caminho que a Guerrilla está indo? Sinceramente, espero que sim: mesmo com a melhoria de roteiro em Killzone: Shadow Fall, com folga o mais interessante da série, ainda não consigo imaginar esses mesmos autores conseguindo ter o mesmo sucesso em um RPG “tradicional” longo.

Em tempo! Acabei de ver algo que não sabia: a Guerrilla contratou o autor de Fallout: New Vegas ano passado. Hmm. HMMMMM.

ŠÖÑŸ

“Raspa do tacho”

Third-parties em conferência da Sony na E3 2013
Como em anos anteriores, não deve faltar third parties

Além dos anúncios de jogos, o vazamento mencionava que as seguintes third parties estariam presentes na conferência: Ubisoft, Electronic Arts, Konami, Capcom, Warner Bros, Activision, Square Enix e Take-Two – o que cobriria as esperadas informações e/ou novos trailers para títulos já anunciados como Kingdom Hearts 3Final Fantasy XVBatman: Arkham Knight, UFC 3Deep Down, Assassin’s Creed: UnityMetal Gear Solid V: The Phantom Pain e assim por diante. Além disso, as fontes dizem que um port de Grand Theft Auto V para a nova geração será mostrado. Títulos de peso serão anunciados para a Instant Game Collection (ou seja, jogos de graça da Playstation Plus), teremos um segmento dedicado ao Project Morpheus, e reduções de preço do PS3 e do Vita serão reveladas. Falando neles, pouca coisa será mostrada para ambos: a conferência será mesmo dedicada ao PS4. Também haverá espaço para títulos menores em distribuição digital e mais HD Collections. Por fim, a conferência terminará com um teaser de nada mais, nada menos do que The Last of Us 2.

E aí, o que acharam? Comentem – só não percam tempo tentando me fazer confirmar quais dois jogos eu sei que existem, porque estou sob contrato de confidencialidade😉

Em tempo, parte 2! Só agora descobri que a conferência da Microsoft também vazou. Aguardem um artigo-irmão a esse na sequência!

4 comentários sobre “Rumor: Lista de jogos de PS4 a serem mostrados na E3

  1. Rápido comentário levemente off-topic: o roteiro de DmC é bem simples, mas não acho ruim… O de Mirror’s Edge (o primeiro, naturalmente) eu acho bem pior.

    Curtir

Sem comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s