Tilt: Momento epic-fail-facepalm da IGN em sua votação de Melhores de 2012

tiltTilt é a seção em que matuto sobre as tendências que mais me incomodam no mundo dos games. Se um certo jogo, estúdio, publisher, veículo, público ou categoria de profissionais adotar um discurso furado, é aqui que irei comentar – ou melhor, criticar.

Interrompemos rapidamente a nossa programação normal (os artigos da série Melhores de 2012) para compartilhar um factóide curioso (para dizer o mínimo) que demonstra o que venho sempre falando no Podcast Respawn, e ocasionalmente aqui neste blog, sobre a decadência constante da IGN.

Ao divulgar suas escolhas de Melhores do Ano, a IGN dividiu todas as categorias “técnicas” por plataforma, mesmo aquelas que essencialmente não mudam com a versão do jogo, como Melhor História. Agora imaginem: se escolher jogos multiplataforma como “Melhor Jogo da Plataforma X” já não é consenso – eu defendo que categorias por plataforma só incluam  jogos exclusivos, ou no máximo que receberam ports realmente distintos do original – o que dirá escolher coisas como “Melhor Jogo de Ação do Console X” só pela possibilidade de um jogo específico “rodar melhor” na versão PS3 ou Xbox 360?

E por se preocupar tanto com isso, a IGN acabou cometendo um desastre lógico muito maior. Vejam por conta própria:

IGNoranteMelhor História no Xbox 360
VENCEDOR: The Walking Dead, concorrendo contra Spec Ops: The Line, entre outros…
http://www.ign.com/wikis/best-of-2012/Best_Xbox_360_Story

Melhor História no PS3
VENCEDOR: Spec Ops: The Line, concorrendo contra… The Walking Dead, entre outros!
http://www.ign.com/wikis/best-of-2012/Best_PS3_Story

Ou seja, de alguma maneira as histórias de Spec Ops: The Line e de The Walking Dead mudam se você jogá-las em uma plataforma diferente, né? Hããã, só que não.

Isso provavelmente resultou do uso de um pool de jornalistas e editores diferentes na votação de cada plataforma, e eles acabaram tendo opiniões diferentes, o que seria normal em qualquer outra circunstância. O problema é que isso não importa nada para o leitor em uma eleição de Melhores do Ano: o que está apresentado lá é que a IGN premiou o jogo X na categoria Y na plataforma Z, e pronto. Além de causar confusão, isso demonstra que não se trata exatamente de uma decisão de um corpo inteiro da IGN, e sim de uma fração dela, atrelada a uma plataforma específica.

E tudo em nome de plataformas de jogo – que não deveriam, no final das contas, ser tão importantes para o processo a ponto de gerar tal discrepância lógica. Para que isso? Para agradar os fãs de guerrinha de consoles? Eles que se danem! Tudo isso só demonstra, no mínimo, a falta de inteligência da editoria da IGN na hora de bolar o processo.

Pensem nisso. E em breve este blog volta à programação normal…

2 comentários sobre “Tilt: Momento epic-fail-facepalm da IGN em sua votação de Melhores de 2012

  1. Apesar de sempre me impressionar com as burradas q tu acaba achando por aí, essa foi a primeira vez que, lendo uma matéria tua, eu respondi com um sonoro “hã??”. Mais um bom motivo pra passar longe da IGN –‘
    E, por sinal, tava com muitas saudades da sessão Tilt =P

    Curtir

Sem comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s