Melhores de 2010: Jogo em Distribuição Digital

Melhores de 2010Os posts marcados como Melhores de 2010 dizem respeito, bem, à votação de melhores do ano do Re: Games (dã). Cada post tem enquetes com até 10 indicados entre os jogos lançados desde dezembro de 2009, além de um campo para a escolha de qualquer jogo não listado. As enquetes ficam disponíveis por uma semana após a publicação e os resultados serão reunidos em um único post, com direito a comentários do leitores – portanto, não votem apenas, comentem!

Eis uma das categorias que mais me deixa feliz com os Melhores de 2010 do Re: Games: melhor jogo lançado digitalmente (seja nas redes dos consoles, no Steam ou serviços similares). Não faz muito tempo, a ideia de que um jogo feito para download poderia ser mais do que um game retrô lançado fora de época era impensável. Hoje, além de termos jogos mais elaborados, estas redes servem como plataforma para apostas mais arriscadas (pensem em Portal) ou para levantar gêneros que pareciam mortos – vide Braid e outros jogos de plataforma/beat’em up que jamais dariam tão certo se fossem lançados em disco e atirados nas plateleiras das lojas de departamento junto com os My Horse & Me, Dead or Alive Xtreme Beach Volleyball ou The Eye of Judgment da vida. Note que alguns desses jogos foram lançados para PC, mas desde que ele tenha sido concebido para as redes digitais, a indicação vale. E aí, quantos desses você jogou? E qual foi o melhor? (Em tempo: é lógico que há preferências pessoais entre os indicados. Se você sentiu falta de algum game, é para isso serve o campo “Other”😀).

5 comentários sobre “Melhores de 2010: Jogo em Distribuição Digital

  1. Nossa, nem esperava que alguém se lembrasse de Deathspank, muito menos de incluí-lo em uma lista de melhores do ano… Você jogou Fábio?

    Apesar de ter gostado muito de The Guardian of Light (principalmente por trazer de volta o Kain e o Raziel!) Deathspank foi o jogo por download que mais me divertiu esse ano. Humor de primeira e mecânica simples que garantiram horas de diversão.

    Recomendo a quem não jogou!

    Curtir

    1. Eu joguei só o demo, e se já tivesse saído na Live Brasil teria comprado (a comodidade de comprar pontos no console, direto no cartão de crédito, faz perder um pouco do pudor de comprar logo).

      E pô, é claro que ia lembrar. O jogo apareceu em todas as votações de melhores do ano que vi, em alguma categoria, e às vezes concorrendo com jogos em disco. Inclusive, aqui mesmo ele vai aparecer de novo em outra categoria. Este foi um ano bom pra jogos distribuídos assim – e incluí pelo menos um deles entre os 20 indicados a melhor jogo do ano.

      Curtir

  2. Tem um jogo bem legal que foi recentemente lancado no Steam. Recettear: An Item Shop’s Tale; eu sei q provavelmente vc não conhecia e votei em outros. Mas fikdik.

    Curtir

Sem comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s