Select: Fifa ou Pro Evolution?

SelectÉ muito comum, no mundo do entretenimento em geral, fãs criarem rivalidades das mais variadas: Star Trek vs. Star Wars, Marvel vs. DC, Beatles vs. Rolling Stones. Com os games não é diferente – e, considerando o custo de um jogo moderno, é bastante natural fazer escolhas entre games semelhantes e se agarrar a elas. Pensando nisso, criei a seção Select para tomar partido mesmo nesses casos.

Como não estrear esta seção com as duas principais franquias de futebol virtual no mundo: Fifa e Pro Evolution/Winning Eleven (o famoso PES)?

Alguns gamers “hardcore” podem torcer o nariz, mas foram os games de futebol no PC que me mantiveram jogando alguma coisa mesmo quando não tinha mais consoles e estava mais preocupado em construir uma carreira e pagar o aluguel; portanto, tenho um carinho especial por eles. E a minha escolha pessoal foi feita já nessa época, entre o fim dos anos 90 e o início deste milênio; e quando a concorrente ganhou a adoração da crítica nos primeiros anos do milênio, a franquia que escolhi recomeçou do zero e deu uma revigorada tão grande que encantou até os mais céticos profissionais da área.

Capa de Fifa 10 (PS3)Se você anda acompanhando a imprensa e o mercado dos games, já deve ter adivinhado que prefiro Fifa. Há pouco mais de três anos, a série ganhou um novo produtor e incorporou mudanças únicas e amplamente celebradas; com a versão Fifa 10 veio, finalmente, o reconhecimento da crítica e, ainda que aos poucos, do público.

Agora, porque diabos eu prefiro Fifa? Por alguns motivos óbvios e outros nem tanto.

• • • • • • • • • •

Eu só queria ser Romário

Ronaldinho Fifa GaúchoSim, eu adoro o fato do jogo ter a chancela da Fifa e das federações nacionais, ligas de clubes e associações de jogadores profissionais. Fãs de Pro Evolution tendem a fazer pouco caso deste fator, chamando-o de “mero detalhe” ou de firula desnecessária. Pode até ser, mas os melhores games são construídos sobre diversas firulas aparentemente desnecessárias – incluindo aí detalhismo gráfico e visual hiperrealista, que foram os primeiros pontos de venda de Pro Evolution, quando ainda se chamada Winning Eleven.

O fato é que se Pro Evolution conseguisse, de repente, as mesmas licenças de Fifa, aposto que a grande maioria dos jogadores de Pro Evolution ira adorar. Isso por si só já diz muito. Boa parte da graça de um game de futebol é viver a mística do esporte, e ter jogadores e clubes famosos e facilmente reconhecíveis no jogo reforça um dos pontos mais importantes de qualquer forma de entretenimento interativo: a imersão.

• • • • • • • • • •

Arcade e simulação

Capa de Pro Evolution 2010 (PS3)Pro Evolution começou a se destacar em uma era na qual Fifa tentava se aproximar cada vez mais do futebol “real”, a ponto de economizar demais na velocidade e na ação da partida. A maioria dos jogadores de consoles, porém, fazia parte de uma geração que jogou games de futebol nos fliperamas – e, portanto, estavam acostumados ao ritmo mais frenético que PES proporcionava. Não é à toa que a franquia tenha conseguido uma bela base instalada de fãs nos consoles, enquanto Fifa se dava melhor em PCs.

Pessoalmente, sempre preferi simulação, e com isso Fifa sempre foi minha escolha; ainda assim, de vez em quando sentia falta da ação de PES. Até que, em alguma versão dos anos 2000 (acredito que na 2006), a série Fifa incluiu um recurso muito importante: o medidor de velocidade da partida. Você podia acelerá-la, aproximando a experiência de um jogo arcade, ou até mesmo deixá-la ainda mais lenta, o que o tornava um simulador ainda melhor (até pouco tempo atrás, eu só jogava Fifa na velocidade “Slow”, a segunda mais baixa). Isso, aliado a outros fatores de customização da partida e dos controles, deixou Fifa bem mais diverso – e agora é possível ter as duas coisas, ação arcade e simulação realista, no mesmo game.

• • • • • • • • • •

Controle de um, focinho do outro

Controles básicos do Fifa 08 no PS3Houve uma época em que a configuração dos controles fazia muita diferença na hora de escolher, e em que muita gente que começou com uma das franquias não se adaptava facilmente à outra, não importa o quanto tentasse. Para alguém como eu, que começou jogando Fifa no PC, era difícil se ajustar a PES. Porém, quando ganhei o Playstation 2, a história já era diferente: desde as versões 2008 (senão antes) que tanto Fifa como PES têm controles muito parecidos, além de ambos contarem com pelo menos uma configuração “alternativa” pré-pronta que é, na verdade, a mesma exata configuração da concorrente. Portanto, isto deixou de ser um fator (e, no caso de alguns fãs atuais, uma boa desculpa).

• • • • • • • • • •

Não sou anti-sistema, anti-corporação, anti-dinheiro… E muito menos anti-bom-senso

Against the oddsQuando comecei a jogar games no PC, já não tinha mais 18 anos – e, portanto, não caía mais facilmente em qualquer o discurso anti-sistema propagado por aí. E o que isso tem a ver com este artigo? Muita coisa. A boa-vontade com PES, em especial por parte da imprensa de games, não vem apenas dos recursos do jogo, e sim também vem do fato dele ser desenvolvido pela japonesa Konami – que, por maior que seja, não é a produtora de games mais rica do mundo, como acontece com a EA, responsável por Fifa.

O problema é que há muita gente, inclusive entre os profissionais do ramo, que tomou o partido de PES sem nem mesmo jogar ou acompanhar a franquia Fifa. Esse pessoal assume que a EA tem mais dinheiro e, ao gastá-lo com coisas como licenças oficiais, vai necessariamente dedicar menos tempo à jogabilidade e ao game em si. O negócio é que as duas coisas não são mutuamente excludentes; no mundo real, nenhuma empreitada está imune à má administração ou ao gerenciamento fácil a curto prazo – e a Konami já fez besteira com franquias como Castlevania.

Fifa 09 vs. PES 2009Além  do mais, dinheiro não impede que alguém tenha um ataque de bom senso, perceba que certas estratégias sozinhas não garantem nada… E acabe usando-o para fazer mais e melhor. Foi exatamente isso o que aconteceu na EA como um todo, no meio desta década, e com a EA Sports em particular. Houve uma troca de responsáveis e a entrada de novos executivos e engenheiros de software durante a versão 2007, todos com liberdade para reinventar a franquia… E a partir da edição seguinte, a 2008, a série voltou a ganhar terreno entre os críticos – e hoje supera PES nos reviews dos sites profissionais com alguma folga (PES 2010 chega a 75 no Metacritic, enquanto Fifa 10 fica em 90/91).

Se você comprar uma edição sequer da revista EDGE na vida, compre a edição 2 brasileira, com a capa sobre esta história. O engenheiro Gary Peterson, hoje diretor criativo da série Fifa,  havia trabalhado em games de gerenciamento de clubes de futebol como LMA Manager – e admite que jogava Pro Evolution, em grande parte, apenas por causa da imagem que a EA Sports tinha. O novo produtor de Fifa, David Rutter, não jogava um game da série desde a versão 98, também pelos mesmos motivos. Hoje eles podem falar disso abertamente – mas tenha certeza de que muitos jornalistas de games não o farão. Desconfie.

• • • • • • • • • •

Novidades táticas e virada no placar

Soccer Fail

O resultado disso é que a série Fifa inteira foi reinventada a partir das edições 2007 e 2008 e, desde então, tem se tornado o modelo a ser seguido, algo que acontecia no caminho inverso na primeira metade dos anos 2000 – isto é, Fifa é que tentava incorporar o que PES vinha fazendo. As primeiras prévias de Pro Evolution 2011 demonstram isso muito claramente. Na edição deste mês da revista EGW [cuja compra NÃO recomendo; salvo poucas exceções, as matérias estão mais para fanzine online], a lista de novos recursos de PES surpreende… Pela falta de surpresas.

Seria de se esperar que, com a crítica saudando Fifa 10 como “o melhor futebol digital do planeta” (mesmo a despeito da má vontade contra a “corporativa” EA), a Konami fosse reinventar PES de alguma maneira. Se ela o fez, ainda não mostrou nas prévias – e já estamos a poucos meses do lançamento. Mas o que ela anunciou, afinal?

  • Libertadores da América: Isso já está deixando, claro, todos os jogadores brasileiros de PES em polvorosa. Mas não eram as licenças que eram “só firulas” em Fifa? 🙂
  • O passe depende da força do toque no botão e da direção que o jogador aponta: já existe em Fifa desde, pelo menos, a versão 2006.
  • Barra de energia do passe: Existe em Fifa desde, pelo menos, a versão 2008. A única diferença é que a barra aparecerá ao pé do jogador, e não na base da tela.
  • Defesa individual de três tipos (simples, repressiva ou cerrada): Formas diferentes de defesa individual, em que o jogador tenta tomar a bola com ou sem pressão no corpo do adversário, existem no Fifa desde a versão 2008 pelo menos.
  • Contato corporal: Apesar da revista alegar que se trata de algo “inédito para games do gênero”, Fifa 08 já introduzia efeitos de contato e Fifa 10 introduziu diversas físicas e animações de contato corporal bem mais realistas. Além disso, o autor do artigo menciona que jogadores mais fortes fazem mais pressão na marcação, algo que Fifa já tem desde a versão 2008, senão antes.
  • Speed Stars: Certos craques contarão com habilidades especiais, algo que já existe em Fifa desde pelo menos a versão 2009.
  • Velocidade da partida ajustável: Como dito anteriormente, já tem em Fifa há anos.
  • Goleiros mais alertas: Os goleiros não saem de forma estabanada do gol. Fifa melhorou isso lá pela versão 2006, e desde a 2009 que é raro se ver goleiros caçando borboleta durante escanteios.
  • Master League online: O modo de técnico de clube será online desta vez. Isso sim é novidade, embora Fifa tenha modos online em que se faz tudo, menos transferência de jogadores.
  • Novos movimentos: Isso só dá para avaliar com o jogo em mãos, mas a imagem da revista mostra uma série de novos comandos desenhados em controles de PS3. Ou seja, PES 2011 vai ter ainda mais comandos. Não sei se isso é bom, já que pode acabar somente complicando a jogabilidade para pouco retorno.

Vamos ver como essa história vai terminar, já que a Konami, por mais grana que ganhe, não é uma EA e não pode ficar mantendo franquias que não dêem dinheiro; a base instalada de fãs segura PES por mais dois anos pelo menos, mas a rotatividade no mundo dos games (e novos consoles, se estes saírem em 2012 pra frente) pode criar logo uma geração que nem chegou perto de PES porque ele não tinha nada que a franquia mais famosa e com melhor marketing tem. E aí, as vendas de PES vão despencar mais ainda.

Em resumo, a EA tem dinheiro para recomeçar do zero, mas será que a Konami tem? Não perca a próxima edição deste campeonato!

Anúncios

4 comentários em “Select: Fifa ou Pro Evolution?

Adicione o seu

  1. Eu, como marido fiel da Nintendo, sempre acompanhei o PES de longe, quando ainda era Winning Eleven. Todos à minha volta erguiam santuários em louvor do WE, e desprezavam o Fifa como um filho bastardo. Mas, a mim, só havia o Fifa de opção. Derreti o CD do Fifa Soccer 04 do Cubo, jogando (e goleando) naquela dificuldade fodão, de cinco estrelas. Mas sentia falta dos dribles, do joga-bonito e, quando comprei o Wii, comprei apenas os PES.
    Agora, por conta da sua resenha, acabei de encomendar o Fifa 09 e o Fifa 10. Pela primeira vez, me animei a ver o Video Review no IGN do Fifa 10 e me surpreendi com a mudança de gráfico, a jogabilidade, os movimentos, o slow motion na hora do chute.
    Valeu pela resenha. Ela me fez voltar a amar o Fifa.

    Curtir

    1. Fala Diogo!

      Legal saber; depois me manda o seu Wii number pra gente disputar umas partidas online. 🙂
      (pode postar como comentário que eu não o aprovo e só anoto o número… A não ser que você queira mesmo divulgá-lo).

      Ainda assim, a sua encomenda me deixou um pouco preocupado, porque a comparação entre as duas franquias como um todo não se aplica exatamente da mesma maneira nas versões para Wii em particular. Se você for procurar no Metacritic, a versão de PES 2010 para Wii tem nota um pouco mais alta do que todas as outras (82) e a de Fifa 10 para Wii é bem mais baixa (75).

      Eu acredito que isso aconteça exatamente porque, a partir de Fifa 10, a versão para Wii passou a ser completamente diferente das versões para outros consoles – e, principalmente, porque ela se assume como futebol arcade, como o PES era há alguns anos. Isso criou uma dinâmica curiosa, em que no Wii tudo funciona ao contrário do que acontece na franquia como um todo: PES 2010 é mais próximo de um simulador do que Fifa 10, que é mais descaradamente para diversão sem compromisso.

      Pra mim, isso não é problema, pois me dá mais opções e estimula a jogar algum game de futebol no Wii; após comprar o Playstation 3, o PES 2010 Wii perdeu o atrativo e ficou parecendo uma versão menor do jogo, já que é só um port com gráficos menos detalhados; enquanto isso, o Fifa 10 pra Wii (e o World Cup, por extensão) é o game ao qual posso recorrer quando não quiser a simulação mais realista das versão para PS3. No Fifa World Cup para Wii, por exemplo, há dois modos de jogo que a versão para PS3 não tem – um de multiplayer local chamado Global Elimination, e um modo single player com desafios contra seleções para ganhar o direito de escolher jogadores delas e montar um dream team. A única coisa que o PES 2010 versão Wii tem que as outras não têm é o uso de controles de movimento.

      Enfim, eu acho que você pode curtir os Fifa 09 e 10 para Wii que encomendou… Mas não espere que eles sejam simuladores melhores do que PES no Wii. Fifa 10 em especial é pra farra, para aqueles dias em que você quer jogar partidas que terminem em 6×3 com diversos gols quase impossíveis, em vez do suado 1×0 contra o Barcelona em uma partida milimetricamente disputada que as versões para PS3 e Xbox proporcionam.

      Depois conta aqui o que achou deles! 🙂

      Curtir

  2. Ah, e uma pergunta sem relação com futebol: cheguei naquele reino dos dragões no Okami, depois de girar uma costelação no céu e abrir um redemoinho no mar e ir até lá de carona numa baleia orca.
    40 horas de jogo.
    Ele acaba um dia?

    Curtir

Sem comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: